Exagerei no sol e queimei minha pele… E agora?

Heeeey meninas!

No verão, todo mundo deseja ostentar aquele bronzeado perfeito. Afinal, o sol está aí pra todas e temos mais é que aproveitar. Mas as vezes podem acontecer alguns imprevistos…

É muito comum nesta época do ano aparecerem pessoas que exageram no sol, em busca da marquinha perfeita, e acabam com queimadura do sol na pele. Isso acaba com a alegria do verão… Arde, dói, e ainda pode deixar manchas difíceis de sair. Mas não se preocupe, porque pra tudo se dá um jeito.

Queimadura do sol na pele
Até as famosas não escapam das queimaduras de sol.

 

Para prevenir, a receita é conhecida: protetor solar e evitar exposição em excesso ao sol. Mas mesmo assim ainda pode acontecer da pele ficar queimada, espacialmente quem tem a pele mais clara.

Mas se a exposição for prolongada (e sem proteção adequada) pode haver até queimadura de segundo grau, e nesse caso, aparecem até bolhas na pele.

Isso ocorre porque uma das funções da derme é nos proteger da radiação solar. Quando a pele percebe a claridade do sol, ela produz melanina, essa reação é responsável pela pigmentação da pele. Quanto mais exposição, mais melanina nosso corpo produz e, consequentemente, nossa pele vai mudando de cor. Em excesso ela fica vermelha e ardida.

Se a radiação for muito forte, ou se a pele estiver exposta a ela sem (ou com pouca) proteção, ocorre a queimadura solar. E amigos, isto é realmente triste. A pele dói, fica inflamada e vermelha, hiper sensível, não dá pra encostar nada nela que arde, não dá nem pra dormir direito… Quem nunca passou por essa experiência?

Queimadura do sol na pele

Logicamente, os danos causados pelo sol não se resumem às queimaduras, mas ao perigo do câncer de pele, ao envelhecimento, manchas na pele, etc. E isso deveria estar sempre em mente na hora de se expor ao sol.

Se as pessoas tivessem oportunidade de ver a pele atingida pelo excesso de sol num microscópio, possivelmente não voltariam a se expor, já que as lesões sofridas pelas células da pele são chocantes, causando até mesmo a morte de algumas e o total “encolhimento” das outras.

Se você chegar a queimar sua pele, todo cuidado é pouco.



 

Dicas da Dê

  • Tenha muita calma com a pele queimada. Nada de roupas apertadas ou escuras. Tudo tem que ser muito leve, soltinho e de cores claras, para evitar calor e atrito entre o tecido e a pele.
  • Utilize sabonetes naturais ou líquidos, para que sua pele não resseque ainda mais.
  • Evite banhos quentes, dê preferência para a água fria e não esfregue a toalha na pele, apenas pressione delicadamente para se secar.
  • Faça compressas frias de chá de camomila. Ela tem propriedades calmantes e refrescantes. Se ele estiver gelado, melhor ainda. Deixe a compressa agindo na pele por dez minutos. Vai aliviar imediatamente a dor e diminuir o inchaço (Veja também as outras receitas abaixo).
  • Se preferir algo mais prático, coloque rodelas de pepino ou batata gelados nos locais queimados. Eles também proporcionam alívio imediato e regeneram a pele.
  • Você também pode usar produtos pós-sol a base de gel, encontrados em farmácias, específicos para queimadura, que aliviam o ardor.
  • E hidratação é a palavra de ordem! Muito creme hidratante na pele, várias vezes por dia. De preferência hidratantes com aloe vera (babosa).
  • Beba muito líquido: água, suco de frutas, água de coco, tudo que te ajude a se hidratar.


 

RECEITAS CASEIRAS PARA ALIVIAR A DOR E O INCHAÇO DA QUEIMADURA NA PELE

 

  • HIDRATANTE NATURAL DE ALOE VERA E MEL

A aloe vera, ou babosa como conhecemos, é excelente para este fim. Além de possuir uma seiva em forma de gel que refresca na hora o ardor, a planta ainda propriedades regeneradoras e cicatrizantes. Junte a ela mel e alfazema e você vai ter o “remédio” perfeito para o seu problema.

Preparo:

  1. Retirar do interior das folhas o gel da babosa (2 colheres de chá),
  2. Juntar num recipiente com 2 colheres de chá de mel e 2 gotas de óleo essencial de alfazema, misturando bem até que fique homogêneo.
  3. Aplicar nas partes atingidas.

 

  • GEL CASEIRO

Bater no liquidificador: 60 g de aloe vera picada, 80ml de óleo de vitamina E, 1g de vitamina C em pó e uma colher de chá de óleo essencial de alfazema. Guardar em frasco bem fechado na geladeira, por até dois meses e aplicar 3 vezes por dia na região afetada.

 

  • AMIDO DE MILHO

Salpicar amido de milho (maizena) na cama ajuda a evitar um pouco a irritação e dor.

  • AVEIA

Despejar aveia numa banheira com água fria e ficar mergulhado nela por 20 minutos. A aveia é calmante e aliviará as dores.



 

 

Se você notar surgimento de bolhas, isto indica uma queimadura de segundo grau. É hora de procurar um médico. E ATENÇÃO: NUNCA ESTOURE AS BOLHAS!

Náuseas, febre, tonturas, calafrios, cansaço ou fraqueza também são sinais de que o seu caso é grave e precisa de orientação médica.

Espero que vocês não precisem destas dicas neste verão, e que possam curtir tudo sem stress. Mas se precisar, já sabe como proceder!

CURTA O VERÃO COM RESPONSABILIDADE E CUIDE DA SUA SAÚDE 

Acompanhe o conteúdo do site através das redes sociais: