A Influência dos alimentos funcionais na menopausa

menopausa  é um processo natural que toda mulher irá vivenciar um dia, o que difere é que algumas sentem seus sintomas mais cedo, outras mais tarde, mas que geralmente inicia-se por volta dos 40 e 50 anos de idade e caracteriza-se pela irregularidade nos ciclos menstruais e diminuição nos níveis dos hormônios sexuais (estrógeno e progesterona).

O  hormônio estrógeno é essencial ao organismo da mulher e a diminuição deste, além de comprometer o ciclo menstrual, compromete também a conservação dos ossos e a textura da pele, aumenta-se o risco para hipertensão e desenvolvimento de doenças crônicas como a osteoporose e doenças cardiovasculares. Algumas destas doenças estão associadas à obesidade, principalmente na região abdominal.

dieta na menopausa

Os sintomas da menopausa mais comumente relatados são: fogachos, oscilações de humor, insônia, irritabilidade, ansiedade, diminuição do desejo sexual, perda de massa óssea, alterações na distribuição da gordura corporal, perda da libido, cansaço e também a depressão, visto que a menopausa é para algumas mulheres uma das fases mais difíceis, pois atinge tanto a parte física quanto emocional. A nutrição funcional pode ajudar as mulheres que estão passando por esse processo. Uma alimentação equilibrada e rica em alimentos que auxiliam na modulação hormonal pode ajudar a reduzir ou evitar o aparecimento dos sintomas.

Invista em alimentos fontes de nutrientes necessários nessa fase, tais como: óleo de fígado de bacalhau, óleo de salmão, óleo de gérmen de trigo, óleo de amêndoa, ovos, peixes, atum, salmão, aves, carnes bovinas, semente de abóbora, semente de girassol, amêndoa, nozes, castanha, avelã, pistache, aveia, grão-de-bico, arroz integral, espinafre, ervilha, quiabo, repolho, brócolis, uva passa, amaranto, flocos de milho, banana,  quinoa e lentilha. O consumo de frutas é também  necessário, principalmente em relação às cítricas como a laranja, abacaxi, amora, lima e  acerola.alimentação saudável na menopausa 3

 

Alguns fitoterápicos podem apresentar benefícios na saúde da mulher, regulando o aparecimento dos sintomas. Os mais conhecidos e eficazes são os que contêm os fitoestrógenos e uma das suas vantagens é que diminui o risco de câncer de mama. O mais potente dos fitoestrógenos são as isoflavonas, que podem ser encontradas na soja, no grão de bico e lentilhas. As lignanas, outro fitoestrógeno, é encontrado na linhaça, grãos, lentilhas, frutas e legumes.

Contudo, há alguns alimentos que devem ser evitados na menopausa, entre eles: Café, refrigerantes do tipo cola, bebidas alcoólicas e outras bebidas que contenham cafeína, alimentos industrializados e refinados e alimentos ricos em gorduras saturadas. O fumo também deve ser evitado.

Vale lembrar que, para combater os sintomas da menopausa, além do consumo dos alimentos citados acima, devemos realizar uma alimentação balanceada, rica em frutas e verduras e pobre em alimentos inflamatórios. A prática regular de  atividade física também apresenta benefícios.Alimentacao-e-atividade-fisica-na-menopausa

Após a menopausa torna-se muito mais difícil perder peso. O ideal é sempre manter o peso dentro da normalidade e junto ao nutricionista fazer um plano alimentar preventivo, a fim de evitar o ganho de peso na menopausa, onde serão introduzidos alimentos que proporcionam maior saciedade, alimentos com menor teor calórico e que proporcionam um gasto energético maior, suplementos se necessários, receitas, entre muitas outras adequações.

alimentacao-na-menopausa-2

Procure sempre orientação nutricional antes de iniciar qualquer dieta e siga todas as orientações de um profissional especializado para que os resultados sejam positivos!

menopausa, alimentação saudável, exercícios físicos, desafios da menopausa, sintomas da menopausa